Sejam Todos Muito Bem Vindos!!!! :)

sábado, 28 de fevereiro de 2015

Sugestões de leitura… fevereiro!




Era uma vez uma rainha e era uma vez um lavrador.

Era uma vez uma princesinha e era uma vez uma porquinha.

Um dia a princesa e a porquinha são trocadas e todos acham que fora obra das fadas madrinhas. A porquinha fica a viver no palácio e a princesa vai crescendo com o lenhador e a sua esposa.

Uma terrível confusão que de certeza deverá estar explicada nos livros de contos de fadas!

Jonathan Emmett, Poly Bernatene e a Editora Livros Horizonte trazem-nos um conto recheado de boa disposição!

Provérbios do mês… fevereiro!



Ao fevereiro e ao rapaz, perdoa tudo quanto faz.
Aproveite fevereiro quem folgou em Janeiro.
Em fevereiro, chega-te ao lameiro.
Em fevereiro, chuva; em agosto, uva.
Fevereiro enxuto, rói mais pão do que quantos ratos há no mundo.
Janeiro geoso e fevereiro chuvoso fazem o ano formoso.
Neve em fevereiro, presságio de mau celeiro.
O tempo em fevereiro enganou a Mãe ao soalheiro.

Quando não chove em fevereiro, nem prados nem centeio.
Tantos dias de geada terá maio, quantos de nevoeiro teve fevereiro.




Fonte: provérbios.net

Dia de S. Valentim - As nossas atividades :)



O Dia de S. Valentim, ou Dia dos Namorados, celebra-se a 14 de fevereiro. Este dia é conhecido por ser o dia mais romântico do ano. No qual os casais e/ou amigos trocam mensagens, cartas, presentes e outras ofertas, de forma a mostrar e comemorar o amor que sentem um pelo outro.


Origem do dia de S. Valentim


A história do Dia de São Valentim remonta ao século III d.c. O Imperador Romano Claudius II proibiu os casamentos, para assim angariar mais soldados para as suas tropas. Um sacerdote da época, de nome Valentim, desrespeitou este decreto imperial, realizando casamentos. O segredo foi descoberto e Valentim foi preso, torturado e condenado à morte. Antes de ser executado, conseguiu enviar e receber algumas cartas ainda na cela, o que originou a troca de cartões neste dia, os chamados valentines.


Cupido, Deus do Amor


Há um deus do Olimpo (um monte na Grécia onde moram os deuses), de seu nome é Cupido, que continua a ser um dos símbolos favoritos do amor. Toda a gente conhece a sua forma de anjinho com asas e o seu arco e flechas do amor.

Armado com um arco e setas, ele disparava as flechas do amor nos corações tanto dos homens como dos deuses.

Normalmente, o Cupido é desenhado como tendo a figura de um anjo.

Mas Cupido também viveu um grande amor com a princesa Psiquê. E as dificuldades que enfrentou para ter o seu amor nos braços são o motivo pelo qual ele hoje é conhecido como alguém que une os corações apaixonados.


As atividades na nossa escola…


Na passada sexta-feira, dia 13 de fevereiro, celebrámos, a par do Carnaval, o Dia dos Amigos Especiais na nossa escola!

Havia um cartaz e uma caixa alusivos ao Dia de S. Valentim no átrio da escola. Durante a semana os alunos dedicaram um postal a um colega da turma, escolhido aleatoriamente por sorteio. Os postais foram guardados na caixa da correspondência.

Na sexta-feira, foi distribuída a correspondência por todas as turmas da nossa escola. O sorteio dos nomes permitiu a todos os alunos receberem um postal no Dia de S. Valentim. Os alunos ficaram felicíssimos ao receber um postal elogioso, num dia em que soube tão bem realçar as qualidades de cada um!

Foi, também, neste dia que os tabuleiros, à hora do almoço, se encontravam forrados, com maravilhosos toalhetes, alusivos, naturalmente, a este tema, que ao longo da semana os alunos foram decorando.


Aqui fica uma breve amostra destas atividades.













































Visita ao Eco-Espaço


 
No âmbito do Programa de Educação Ambiental, as turmas do 1º/2º C e 2ºB visitaram o Eco-Espaço, nos dias 5 e 6 de fevereiro, para realizar a atividade “A Regra dos 3 Rs”. Esta atividade teve início com um esclarecimento sobre a tipologia dos diferentes resíduos, a importância da reciclagem e o significado dos 3 Rs. De seguida, foi realizado um jogo com o objetivo de ilustrar de forma prática o significado de cada R através de diferentes atividades.

Assim, os alunos tiveram de substituir objetos duplicados de pequenas dimensões do uso do dia a dia, por outros maiores, exemplificando assim o conceito do 1º R – Reduzir. Posteriormente, os alunos recolheram objetos construídos com material usado, mostrando o conceito do 2º R – Reutilizar. Por fim, puderam separar vários tipos de resíduos e colocá-los no ecoponto, exibindo o conceito do 3º R – Reciclar.

Foi uma tarde engraçada onde a brincar aprendemos muito sobre a política dos 3 Rs e como devemos ser responsáveis pelo meio ambiente . Além disso, ficámos mais motivados para continuar a fazer a separação do lixo, não só na sala de aula, como também em casa.











Noticias da Pré - Sala 1


E já passou um semestre!!

Aqui fica, em termo de balanço, o que andámos a aprender e a descobrir nestes últimos seis meses. Assim, percebemos que…

…a “alimentação” é muito importante e que a “água” pode estar em diferentes estados;

… o Mundo é “às cores”;

…os amigos  devem ser “resilientes” uns para com os outros, e que “as mãos não servem para bater”;

…”a paz” é fundamental, porque  nos dá alegria, quer seja  “Outono”, quer seja “Inverno”;

…o “Natal “vem todos os anos e traz sempre com ele os “reis Magos";

… mesmo que venhamos “de pijama” para a escola, e quer sejamos “um fantasma” ou “um robot”, o que nós crianças queremos mesmo é...

CRESCER FELIZES!!! 


video

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Hora do conto...na Azevedo Neves!



Hora do conto!

No passado dia vinte e sete de janeiro, as turmas do 3º Ano da nossa escola foram assistir a um momento de leitura no auditório do Agrupamento. Fomos recebidos pelo professor bibliotecário Manuel Patrício e pelo contador de histórias Bruno Batista.

O contador de histórias começou por apresentar-nos uns livros com páginas pop-up, mostrando cenários fantásticos. Depois contou-nos a história de uma menina chamada Joaninha que quando crescesse queria ser uma maçã verde.

A seguir apresentou-nos uma história muito divertida que se chamava “Presos” e que era sobre um menino chamado Óscar que um dia ficou com o seu papagaio de papel preso numa árvore. Para o soltar, resolveu atirar tudo aquilo que lhe aparecia à frente, mas tudo ficava preso na árvore, desde o seu gato, à vizinha, ao leiteiro, aos bombeiros e até a um orangotango.

A história que se seguiu foi “A Princesa e a Porquinha”, um conto sobre a troca improvável de uma porquinha com uma princesa. A porquinha ficou a viver no palácio e a princesa cresceu numa quinta, cheia de animais e brincadeiras. Um dia, a mulher do lavrador acabou por descobrir que a princesa tinha sido trocada pela porquinha e que tal não tinha acontecido, afinal, por obra de uma fada madrinha. Resolveram ir até ao palácio falar com a rainha e com o rei sobre a troca, mas estes não aceitaram tal situação. Assim, a princesa continuou a viver no campo, onde casou muito feliz com um camponês. A porquinha, essa, casou com um príncipe, que fora obrigado a ficar com ela. O problema é que, ao contrário daquilo que estamos habituados a ler nos contos de fada, a porquinha nunca se transformou numa bela princesa.

Por fim, ouvimos um conto intitulado “O Mosquito”, em que fizemos uns gestos muito divertidos sobre a picada de um mosquito e a comichão que provoca.

No final, viemos embora muito divertidos e com a cabeça cheia de histórias fantásticas!

Texto coletivo – 3.º B

        











Notícias da Unidade de Ensino Estruturado



video

Provérbios do mês… janeiro



A água de janeiro vale dinheiro.
Janeiro quente traz o diabo no ventre.
Ao luar de janeiro, se conta dinheiro.
Em janeiro, um porco ao sol outro no fumeiro.
Os bons dias em janeiro vêm-se a pagar em Fevereiro.
 A 20 de janeiro, uma hora por inteiro e quem bem contar,  hora e meia vai achar.
Se queres ser bom ervilheiro, semeia no crescente de janeiro.
Não há luar como o de janeiro, nem amor como o primeiro.
Bons dias em janeiro enganam o homem em fevereiro.
Chuva em janeiro e sem frio, vai dar riqueza ao Estio.

Fonte: Sapo.proverbioseditadospopulares

Sugestão de Leitura...janeiro



David Machado escreveu e Mafalda Milhões ilustrou este magnífico conto sobre uma menina que julgava ter o poder de ajudar tudo e todos e em qualquer circunstância. O pior é que ela não se apercebe que quanto mais quer ajudar…pior fica!

Um dia resolve prender o vento, pois sabia que a sua avó tinha horrores de estragar o penteado. Pois bem, como já devem estar a imaginar, esta sua resolução vai gerar muitos e outros problemas!

A não perder!